sábado, 28 de novembro de 2015

"Um passeio pelo CIMH dos anos 60"

Venha comigo e deixe-se levar na máquina do tempo, passeando no CIMH dos anos 60.Com as poucas e raras fotografias que consegui, tentei fazer este vídeo para matar as saudades daqueles tempos.Se você também conviveu com o Campo Militar, com certeza gostará deste filminho produzido por um tresbarrense que residiu naquele espaço durante os anos de 1965-1970.Velhos tempos, belos dias.



quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Você conhece nossos autores?

Três Barras já conta com vários autores na literatura.
Seja na ficção, história, poesia ou memórias, a cidade cresce culturalmente cada vez que uma nova obra é publicada.Mas, se você acha difícil publicar um livro, saiba que mais difícil é vender.Pois, nem sempre os autores recebem o merecido reconhecimento por parte do município que representam.Tentativas esparsas de professores de literatura numa ou outra escola, costumam levar os autores até as salas de aula, para que se tornem conhecidos.Fora isso, o município por sua vez pouco faz ou nada faz em favor desses autores.Destaco aqui:

* Jorge de Souza, com o livro de memórias "Casa Brasileira", onde nos conta sobre como era a Três Barras de ontem e a convivência com a maior serraria da América do Sul, a empresa Lumber.Um livro que merece ser lido por todos que desejem conhecer um pouco mais da história tresbarrense, com detalhes que só o próprio autor conviveu.



* Giseli Corrêa, surgiu na literatura tresbarrense com uma obra de ficção na área do infanto-juvenil.Um livro muito apreciado pelos estudantes, "Descobrindo Ariete", encantou muita gente.O talento da jovem autora pode ainda nos proporcionar muitas outras obras com certeza.



* Francisco Vitoski, um autor de muito talento, cujas obras "Flor de lis" e "Legião dos inconformados", despertou a atenção dos leitores.Seus livros contém acima de tudo, um grande potencial de pesquisa a respeito do tema abordado.


* Matilde Olsen, creio que foi a primeira corajosa a publicar um livro em Três Barras, lançando em 2003 "Sementes de Girassol".Mais tarde, publicou um trabalho menor, mas de certo interesse no que se refere ao tema "Contestado".É de 2012, seu livro "A cultura que permanece no contestado e reflexões".



* Andréas Carlos Costenaro, um jovem autor que entrou para o meio literário com um livro de poesias. Sua obra "Uma observação", lançada em 2012, tem sido apreciada por muitos leitores.Reunindo 54 poemas, o autor expressa seus sentimentos abordando temas diversos.


* Soeli Regina Lima, professora formada em história, a autora publicou algumas obras de conteúdos históricos, feitas por encomenda.Em Três Barras foi autora do livro "A trajetória do poder legislativo tresbarrense", publicado em 2011.E também "A guerra do Contestado em sala de aula", em conjunto com Marli Antunes, no ano de 2010.Em União da Vitória - PR, publicou "Memórias que cantam e encantam: Coral Universitário Fafi", em 2011.



Esses são alguns dos autores tresbarrenses, cujas obras mereciam ser mais apreciadas e mais conhecidas do público local.Há uma grande propaganda por parte da imprensa com relação a investimentos na Cultura, mas que na verdade não passa de fachada.Só mesmo o autor é que sabe quais são os custos para editar um livro e a dificuldade para retirar aquilo que investiu.O resto é tudo papo furado, conversa fiada e demagogia.Ninguém financia ninguém.Quer escrever um livro?